quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Copa do BRASIL, OITAVAS-DE-FINAL - JOGO DE VOLTA: Vasco 1 x 1 Império de Satã



Por Nildeval Sten:


Obrigado Rafael Silva, muito obrigado. Você entrou, sofreu a falta, foi para a área, marcou um golaço e eliminou o Império do Mal, que alias, foi beneficiado, mais uma vez, com um gol ilegal.



O Vasco da Copa do Brasil é um, do Brasileiro, outro. Tivesse somente times cariocas e o Vasco seria campeão disparado. Pode ser que este jogo novamente traga bons fluidos para São Januário.



O Vasco entrou em campo precisando do empate e viu o Flamengo partindo pra cima e criando as melhores chances. O lance do gol flamenguista é no mínimo polemico. Se o jogador flamenguista estava em impedimento, não há o que discutir, tem que marcar e acabou. O bandeirinha marcou o impedimento e imediatamente voltou atrás e validou? Seria uma tremenda injustiça se o Vasco fosse eliminado nestas condições.



O gol acordou o Vasco, que passou a dominar o jogo, adiantou sua marcação, mas a melhor chance ainda foi de bola parada, nos pês do Rodrigo. O Riascos e o Jorge Henrique pouco ou nada produziram. Ao serem substituídos, o Vasco melhorou consideravelmente.



Na segunda etapa, o jogo caiu muito de produção e os jogadores do Flamengo se arrastavam em campo, o Vasco dominava, mas seus atacantes não conseguiam transformar as chances em gol. Somente em um lance, a bola insistiu em não entrar e o Flamengo deu muita sorte.



Mas, o melhor da noite estava reservado. A estrela de Jorginho brilhou, ao substituir o Riascos pelo esquecido Rafael Silva, acabou por determinar a classificação vascaína. Mais do que nunca, o torcedor flamenguista estará torcendo pela queda do Vasco na segundona. Uma coisa é certa, o Vasco está entalado na garganta e por um bom tempo eles terão que nos aguentar. Obrigado Vasco



FICHA TÉCNICA 

VASCO 1 X 1 FLAMENGO 

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 
Data: 26 de agosto de 2015, quarta-feira 
Horário: 22h (de Brasília) 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO) 
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Guilherme Dias Camilo (MG) 
Carrtões amarelos: Anderson Salles, Rafael Silva e Martín Silva (Vasco); Márcio Araújo, Jorge, Emerson, Pará e Paulinho (Fla); 
Cartão vermelho: Pará (Fla) 

Gols: 
VASCO: Rafael Silva, aos 36 minutos do segundo tempo 
FLAMENGO: Madson (contra) aos cinco minutos do primeiro tempo 

VASCO: Martín Silva, Madson (Jean Patrick), Anderson Salles, Rodrigo, Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos e Nenê; Jorge Henrique(Rafael Silva) e Riascos(Thalles) 
Técnico: Jorginho 

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros, Ederson (Marcelo Cirino) e Éverton (Jonas); Emerson Sheik e Paolo Guerrero (Paulinho) 
Técnico: Oswaldo de Oliveira 

Copa do Brasil, oitavas-de-final - Jogo de volta: Vasco 1 x Império de Satã 0 - Pós-jogo


A semana foi recheada de provocações e factoides por parte do Rival:

- Guerrero, o índio peruano que se acha Romário disse que ia "atropelar" o Vasco... e talvez em quéchua "atropelar" tenha um significado diferente do que em Português.

- A imprensa marrom disse que Jorginho, o técnico de Cristo, mandou retirar a imagem de Nossa Senhora Aparecida da sala de imprensa do Vasco. O que é um absurdo porque ela continua lá, e só de pensar que o Eurico iria concordar com isso, me faz rir.

- E a imprensa marrom também disse que os salários estavam atrasados, outra mentira. A vinte anos o Vasco paga os salários de maneira antecipada (bem, tirando o tempo de Dinamite) e o pessoal diz que o mês está vencido quando na verdade já foi pago.

- Sem mencionar que a delegacia de crimes virtuais descobriu que foi um ex-diretor do urubu, que espalhou via whatsapp aquele caô que Bernardo e Diguinho mordiam a fronha. (nada contra, mas mentiras são mentiras). OLHA o NÍVEL desse pessoal!

Tudo isso com a óbvia, patética e manjada intenção de desestabilizar o Vasco, pois dentro das quatro linhas, esse time do Flamengo pode ser mais caro, mas é ainda pior que o nosso.

Não deu certo. 

E no seu desespero, mesmo com um gol claramente ilegal (desde quando um corta-luz não é participar do lance?!) eles caíram de quatro.

Como maus perdedores que são, o filho do presidente urubuzesco, do seu camarote de burguesinho FDP, atirava copos d'água na torcida vascaína.

O Antônio Tabet, novo VP de ... sei lá o quê do urubu, saiu do maraca "pela porta dos fundos" (hã, hã, entenderam?! =P )

E pra completar,  a "casa caiu"  (ah, hoje eu tô demais!) pro Sheik, que vai tomar mais um ganchinho por ter chamado o árbitro de "Merda". O que é até verdade...


domingo, 23 de agosto de 2015

Campeonato brasileiro, 20ª rodada; Vasco 0 x 3 Goiás


Por Nildeval Sten:


O poderoso Goiás precisou de apenas 10 minutinhos para liquidar o rebaixado Vasco. O Vasco mudou de técnico, mas o futebol... Parece incrível, mas o Vasco já estava rebaixado antes mesmo do termino do primeiro turno. Nem lutar mais este time sabe.



Com uma defesa medonha, na primeira vez que foi ao ataque, o Goiás marcou e de bicicleta. Humilhação. Com menos de 10 minutos, o Bandeirinha (somente ele) viu um pênalti inexistente a favor do Goiás e decretou a derrota vascaína. O que mais chama a atenção é que o bandeirinha marcou o pênalti de um lado e o Riascos levou uma cotovelada na cara do bandeirinha do lado oposto, que fingiu nada ver. Quer dizer, tudo contribui para o insucesso do Vasco.



Dá pena ver os laterais do Vasco jogando. Além de não apoiar, os caras fazem de tudo para entregar o ouro ao bandido. O mesmo acontece com o meio de campo, inoperante, os caras não conseguem criar um lance de perigo. Quanto ao ataque, inacreditavelmente, em todos os lances de bola parada, os caras não conseguiram sequer apresentar algum perigo. Deu pena ver o Riascos isolado no ataque na primeira etapa e o Herrera na segunda. Com este ataque, não marcaremos gol nunca. Se não bastasse, ainda tem o desequilíbrio do Jorge Henrique. Por que não usar esta raiva para amedrontar as defesas adversarias? Ainda tem gente que o compara ao Romario...



Um ano para se esquecer. Voltamos para o inferno da segunda divisão e de maneira melancólica, faltando 20 jogos para o termino do campeonato. Como disse anteriormente, temos que parar para planejar o ano de 2016, montar uma equipe capaz de ficar pelo menos entre os 04 primeiros e recomeçar o ano de 2017, novamente na primeira divisão. Quem sabe, com o presidente morando na Sibéria (quem dera) as coisas possam finalmente melhorar?


Por enquanto, haja gozação, zoação. O Vasco não consegue reagir. Lanterninha ate o final. Esperávamos que o Vasco deixasse para trás pelo menos equipes como o Goiás, Avaí, Joinvile, Ponte Preta, Atlético Paranaense, Chapecoense, Sport e Figueirense. O que se vê...Vergonha Amigos, muita vergonha. Abraços.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Copa do Brasil, Oitavas-de-final, jogo de ida: Vasco 1 x Império de Satã 0

Por Nildeval Sten:


Mais um “campeonato à parte” conquistado pelo Vasco. Ganhar do Flamengo sempre tem um gostinho especial, ainda mais pelo momento do Vasco, e pelas últimas declarações de alguns jogadores adversários, que se acham.



Neguinho, que nem bem apareceu para o futebol, antes da bola rolar, tentou provocar o Club de Regatas Vasco da Gama, assim como fez o Emerson, há alguns dias. Não quero usar este espaço para falar dessa gente, porém, é sempre bom respeitar a Instituição e saber separar as coisas.



A Copa do Brasil tem um regulamento totalmente diferente do brasileirão. Claro que o Vasco não vai muito longe nesta competição, mas deu para perceber que o time tem sim condições de se recuperar no campeonato brasileiro. Basta jogar com um pouquinho de organização e determinação.



Na estreia do Jorginho, o Vasco se superou e, se não fez uma apresentação de encher os olhos, jogou o suficiente para vencer um time que acha que contratando um ou dois atacantes é o suficiente para ganhar tudo pela frente. Não é por aí, tem que tomar muito cuidado...



O Vasco criou várias chances de gol e poderia ter saído de campo com um placar um pouco melhor. Precipitados e querendo definir o jogo, nossos atacantes precisam treinar mais finalizações e principalmente os chutes de longa distância. O placar, apesar de magro, obriga o adversário a buscar o resultado na próxima partida, pois o empate favorece o Vasco. Com isso, de zebra, o Vasco passou a ser o favorito. Repito, dificilmente o Vasco conseguirá ir tão longe nesta Copa do Brasil, cada ano mais difícil.



Nossa atenção volta para o brasileirão e o adversário é o perigoso Goiás, que também briga na parte de baixo, mas que obteve um resultado surpreendente diante do São Paulo em pleno Morumbi. Não será fácil, mas é aquele jogo que vale dobrado, ou seja, 06 pontos. Técnico novo, ânimo novo, quem sabe.



Não existem mais contas e nem torcida contra A ou B. Agora, é vencer ou vencer.



Parabéns Vasco...

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Jorginho.


Eu não tenho tino para "insider", aquele jornalista que tá sempre atrás "do furo" (com todo o respeito), porque prefiro analisar a coisa com calma, e as coisas na hora são sempre confusas. Eu, como setorista, teria uma carreira curta...

... então é agora, 24h depois, que eu vou falar sobre o nosso novo técnico, graças à Deus.

Pra começar, é engraçado que teve "nego" cravando Oswaldo de Oliveira no Vasco. Já teria até mesmo acertado com o Vasco desde Seta-Feira ! Na moral; Esses caras não sabem de P¨%# Nenhuma!

Jorginho era atleta de cristo. Hoje é técnico de Cristo. No futuro será idoso de Cristo, e depois defunto de Cristo. Não acho que todo evangélico é hipócrita, mas esse "mandou mal", porque saiu do Vasco dizendo que lá era o Afeganistão, e agora volta dizendo que o Eurico é um dos maiores dirigentes do mundo.

Pombas, como assim?! Tá bem que fazem 14 anos, mas será que o tempo realmente apaga tudo? Em 14 anos passa de Ditador para Dirigente-mor? Eu teria bem mais respeito pelo Jorginho se ele chegasse aqui e dissesse; "olha eu saí daqui expulso porque falei a verdade, mas se passaram quase vinte anos e a vida é muito curta para fazer inimigos, eu quero é colaborar para o CLUBE de regatas Vasco da Gama". Pronto, seria simples, e ninguém mais tocava no assunto. 

Mas tudo bem, eu não sou inocente...o negócio é trabalhar, funcionário não precisa morrer de amores pelo patrão (ou vice-versa), basta fazer o seu trabalho quietinho e botar "o teu" no bolso todo fim de mês. E quer oportunidade melhor pro Jorginho?! Se cair, a culpa não é dele, se não cair, vira milagreiro! 

E como técnico nunca chega sozinho, Jorginho trouxe seu auxiliar; Zinho. Nada contra o passado rubro-negro do cara, eu quero é que ele colabore com meu time HOJE...mas se o Zinho fosse bom em alguma coisa além de jogador, já tinha parado em algum lugar. Foi diretor no Flamengo, no Santos, estava como comentarista na ESPN e agora é auxiliar. Porra, que carreira é essa?! Combina bem com um técnico que chegou à final da Sul-Americana e foi rebaixado com a Ponte Preta no mesmo ano.

Eu não sou "contra" a chegada de nenhum dos dois, mas não acho que o Vasco vai avançar muito com a dupla, sinceramente. Só nos resta torcer.


domingo, 16 de agosto de 2015

Campeonato brasileiro, 19º rodada; Vasco 0 x 1 Coritiba

Por Nildeval Sten:

Agora não existem mais contas a se fazer. Torcer contra A ou B também não vai mais adiantar. O leite derramou de vez...



O Que mais tem chamado a atenção é o fato de um time já estar rebaixado na metade do Campeonato. Geralmente, as equipes que lutam contra o rebaixamento brigam ate a ultima rodada, como fez o Coritiba hoje e como fez o Goiás diante do São Paulo em pleno Morumbi, aplicando um sonoro 3 X 0. O que se vê no Vasco é o contrario, um time totalmente perdido em campo. O ataque não faz gol e a defesa está pronta para entregar o ouro. Hoje, antes da lambança do Jomar, um outro zagueiro já havia tentado fazer gol contra no primeiro tempo. A impressão que passa é que os caras nunca treinaram juntos. Onde esta o goleiro para gritar e orientar seus zagueiros?



O jogo de hoje realmente foi a gota d agua para o Vasco. Na minha opinião, não ha mais o que fazer, a não ser começar a planejar o ano de 2016. Dificilmente teria esta equipe forças e sobretudo, talento para se superar. Uma pena isso ocorrer antes do inicio do segundo turno...



O Vasco apostou em jogadores que já deram tudo o que tinham para dar ao futebol. Bem sucedidos, estes não tem mais qualquer compromisso com o futebol. Estão ali apenas para ganhar uns trocados a mais. Pior, o Vasco não aprendeu a lição. Apostou ate a ultima rodada do turno que poderia fazer diferente com estes jogadores. Deu pena ver o Jorge Henrique em campo hoje. Mas, como exigir de um jogador que está completamente fora de forma? O mesmo pode se dizer do Nenê, que, apesar de se esforçar, deu para perceber que há muito não jogava...



O Vasco errou também desde a contratação do técnico Roth e em sua manutenção. Sem definir um time ate sua demissão, a cada jogo, uma equipe totalmente diferente. Sem padrão de jogo, errando muitos passes, parece que os jogadores do Vasco nunca treinaram. Sei que não é por ai, mas em outro clube, o técnico já teria sido demitido há muito tempo. No Vasco, não, parece que a diretoria trabalha sempre contra a logica. Inacreditável.



O Coritiba veio ao Rio para jogar pelo empate. Acreditou que poderia fazer um gol, ao ver o Vasco fazer o pior segundo tempo do campeonato ate aqui. O Vasco errou tudo que tinha direito e o Coritiba se aproveitou, ganhou 02 seguidas e vê uma luz no fim do túnel. Perceberam? Todas as equipes lá de baixo ainda tem esperança. Se você olhar o Vasco, perceberá que o time já está rebaixado, ou agindo como talo.



O Vasco teve um bom primeiro tempo, criou algumas chances, mas falta aquele homem para chegar e empurrar a bola para o gol. Coisa simples, mas que parece fora da realidade. Foram 03 chances inacreditáveis. Duas com o Rodrigo, numa cabeçada por cima quando estava sozinho, outra que bateu nas costas do zagueiro e saiu, e a ultima nos pês do Riascos, que protagonizou talvez o lance mais bizarro do campeonato. Poderia ter dominado e feito o gol, mas preferiu pegar de primeira e defender o próprio chute com a mão. Não da mesmo para confiar no Vasco.



Foram 02 sequencias em que o Vasco se deu mal. Uma difícil e uma fácil. Agora, creio ser quase impossível sair desta situação. Vamos aguardar a chegada do novo técnico, mas com o campeonato na sua segunda parte, este técnico teria que chegar ganhando. Pode acontecer? Sim. O Vasco ainda pode ganhar a metade de seus jogos? Sim. Mas agora surge um novo questionamento. E os rivais que estão logo acima e que insistem em não perder?



Ótima semana a todos...

Sibéria


Eurico prometeu: Se o Vasco cair, ele se muda pra Sibéria.

Então, vamos ver o que lhe espera: 



 Eu, não faço promessas que não posso cumprir. No episódio em que ele deu uma "mijada" no Dagoberto, pois na terceira rodada o cara já dizia que não iríamos brigar pelo título, eu fiquei ao seu lado, porque acredito que o presidente do clube não poderia nunca assinar embaixo de uma declaração derrotista como aquela. Especialmente vindo de um título carioca. Mas dizer, com o Vasco em último, que se muda pra Sibéria... é uma confiança que NADA justifica. É nos fazer de idiotas.

 "Ah mas o Carioca não vale nada". Pombas, vale todo ano "pros caras" e pra gente não vai valer? Vale sim. O título carioca não pode nuca ser apontado como algo "ruim", foi importante para levantar a moral da torcida e do time....

... só que a coisa desgringolou. Eurico apostou no Doriva porque não tinha coisa melhor, mas com sete rodadas de resultados ruins, já terminou a confiança no cara que tirou o Vasco da fila após 12 anos. Pra piorar, trouxe um dos treinadores mais mal-vistos, ultrapassados e intragáveis do mundo; Roth. O mesmo que cagou e andou pro Vasco no passado. Numa tacada Eurico conseguiu piorar consideravelmente o time, e perder 11 rodadas de trabalho. O Vasco INVOLUIU com Roth. Não vemos um time minimamente decente, é o PIOR Vasco que eu já vi na vida, e olha que eu já vi MUITOS times patéticos do Vasco. Mesmo com meia dúzia de jogadores de qualidade que tem sim vaga em equipes melhores.

 É o preço que se paga por ser intransigente e pagador de promessas. Quem indicou Roth? O Zé do Táxi, aquele cara para quem o Vasco devia uma grana, e eu disse aqui que seria paga, de um jeito ou de outro.

 Numa boa; quem indica Roth não tem o melhor pro Vasco em mente, no mínimo o Vasco pagava 100 barão pro cara, mas 20 voltavam pro JLM. Roth, que como o Eurico dizia, é um treinador que trabalhava 20 anos com ele.

 O Vascaíno conhece o Eurico. Eu não tomo partido político, me reservo o direito de xingar todos e eles que se fodam... e eu avisei aqui quando ele voltou que é o mesmo Eurico de sempre, nada mudou. Nesse meio tempo eu elogiei sim muitas coisas que ele fez (geralmente fora de campo), mas acho que falo por todos quando digo que estamos fartos de tanta "falação de merda" por parte do charuto. É a PIOR campanha do Vasco de todos os tempos, dá pra entender? Não é hora de ficar falando em mudar pra Sibéria, é hora de ficarem quietinhos, fazerem o vosso trabalho com afinco e ralar a bunda no campo para sair desse buraco, que diga-se de passagem, nenhum time saiu antes.

 O Vasco, hoje, é motivo de piada, dentro e fora de campo. Dentro, por causa dos resultados, e fora por causa do que ele diz. 

 Agora o Roth caiu, mas já tarde. Findamos "apenas" a metade do campeonato, e o Vasco já está praticamente garantido na série B. Ok, enquanto há vida, há esperança, e eu espero que seja lá quem assuma o time dê um novo rumo pra esse time... mas basta dizer que na história dos pontos corridos, nunca, jamais, um time que estava na lanterna ao findar do primeiro turno, escapou da degola.

 E quando acontecer, a culpa vai ser da "antiga diretoria", uma desculpa recorrente no Vasco, porque aqui ninguém nunca bate no peito e fala ; "A culpa é minha". O Vasco é feito, a 15 anos, de burros, ladrões, frescos, aproveitadores e covardes. Fosse comandado pela torcida, essa sim, interessada no melhor PARA O VASCO, seríamos campeões recorrentemente, porque essa não o abandona jamais.

 Na alegria e na dor, o sentimento não pára....mas a humilhação tem que acabar. O primeiro passo é trazer um técnico de verdade que dê um "choque" nesse time, mas.... a torcida sonha com Oswaldo, e provavelmente vai acordar com Renato Gaúcho, Guto Ferreira, etc. Quero só ver...

Campeonato brasileiro, 18ª rodada; Vasco 0 x 1 Santos



Por Nildeval Sten:




Mais uma derrota, mais uma péssima atuação. O Vasco vai se afundando cada vez mais, numa crise sem precedentes. Quem vê o time atuar, não acredita mais numa possível reversão. Sem mudança de atitude, sem definir um time básico, e principalmente, sem aquela injeção de animo, o Vasco não chegará a lugar algum. Com os resultados, estamos amargando a lanterna e a velha preocupação aterroriza: Terá o Vasco forças para dar a volta por cima? Fica nossa preocupação...



Diante do Santos, equipe que está oscilando no campeonato, era de se esperar esta derrota, mesmo porque, jogando em seus domínios, a equipe santista é muito difícil de ser batida. No jogo de hoje, salvo engano, foram apenas 03 finalizações vascaínas, com apenas 01 defesa do goleiro santista. Por outro lado, o Martin Silva foi bombardeado, fazendo defesas importantíssimas, inclusive pegando uma penalidade, o que impediu um placar mais elástico. Triste sina. O Vasco, na maioria do tempo, parece estar morto em campo. Uma coisa é certa, no jogo da volta, possivelmente o Vasco terá a dura missão de derrotar o Santos.



Diante do quadro, acredito que no jogo contra o Coritiba no final de semana, terá o Vasco sua derradeira chance no campeonato. Mais uma vez (ficou bem cansativo), qualquer resultado que não seja a vitória, a série B será mais que real. Portanto, para ter ainda um fôlego extra, ainda que mínimo, o Vasco terá mais uma oportunidade de começar o segundo turno com pouca, mas alguma esperança. Caso contrário...



Como é da cultura brasileira, que seja o técnico a pagar a conta, mesmo porque, o atual, não tem o aval da maioria vascaína. Portanto, a mudança tem que ser agora. Após a última rodada do turno, ainda teremos mais 19 jogos pela frente. Cada rodada, uma história. O Vasco precisa melhorar muito. Terá que pontuar, ou melhor, vencer pelo menos 50% dos seus jogos. Antes porém, tem o Coritiba, uma equipe desesperada para sair lá de baixo. Na rodada, fez o dever de casa, venceu o bom time do Palmeiras e empurrou o Vasco para a lanterna. Vamos aguardar. Haja animo. Abraços.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Campeonato brasileiro, 17ª rodada: Vasco 0 x 0 Joinville



Por Nildeval Sten:




O que vou dizer para meus Amigos? Um lindo domingo, dia dos pais, a torcida vascaína compareceu em bom numero e o futebol...Uma vergonha sem tamanho...




Com toda dificuldade apresentada até aqui, outro resultado que não fosse a vitória seria inadmissível. Dificilmente o Vasco sai desta situação. Um time incapaz de derrotar um dos piores do campeonato não pode mesmo disputar a serie A. Particularmente, hoje foi minha ultima esperança, não acredito mais. O que está ruim pode piorar? no Vasco sim. Chegaram mais 02 jogadores, Jorge Henrique, que estava aposentado no Inter, e o meia atacante Nenê, pelo visto não servia mais para o PSG, quer dizer, tudo indica que nada vai mudar. Uma pena, mas vamos novamente disputar a segundona em 2016, por mais que se diga que “comigo aqui não existe a palavra rebaixamento”.



Dá medo ver o Vasco jogar. Sem nenhuma jogada ensaiada, um time perdido em campo, nem aquelas jogadas de levantar o torcedor existem mais. E olha que jogamos em casa com um adversário que luta para não cair. Ninguém consegue entender o que acontece no Vasco, pois, a cada jogo, uma escalação diferente, um time diferente e um futebol cada vez mais tenebroso. Hoje, diante de mais de quarenta e um mil torcedores, nossa defesa fez de tudo para entregar o ouro, bateu cabeça e faltou pouco.



Com jogadores envelhecidos e esquecidos em seus clubes, coube ao Vasco repatria-los e apostar que poderiam ser uteis em São Januário. Corremos seríssimos riscos de acabar a competição em ultimo lugar, apresentando assim o pior vexame da historia do outrora Gigante da Colina.



Vendo o jogo de hoje, e o péssimo futebol apresentado pelo Vasco, fica fácil concluir que nosso destino será mesmo o pior. Para um futebol razoável, falta muita coisa. Somente para fugir do rebaixamento, ainda falta muito. Não creio mais ser possível. Uma pena. Quanto mais se espera do Vasco, mais ele decepciona. Boa semana a todos. Copa do Brasil? Quem liga????

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Campeonato brasileiro, 16ª rodada: Vasco 0 x 3 Corinthians



Por Nildeval Sten:




E o Vasco apenas confirmou sua péssima fase. O adversário era o favorito absoluto, mesmo o empate, poderia ser considerado uma grande zebra.



O Vasco jogou muito bem, principalmente no primeiro tempo, mas, o pior ataque do campeonato, nas poucas chances que teve, apenas atrasou a bola para o goleiro adversário. Resultado, com apenas 02 minutos da segunda etapa, o Vasco já perdia.



O jogar bem é muito relativo, vez que no futebol, o que vale mesmo é bola na rede. O time soube se comportar em campo, mas a fase é tão ruim que ate quando joga bem, perde de 03 gols.



Por falar em atrasar a bola para o goleiro, nosso argentino, que protagonizou aquele lance absurdo no domingo, hoje, sequer chutou a gol. Enquanto isso, o argentino do Galo, diante de quase 50 mil atleticanos, fazia 03 gols no poderoso (?) São Paulo e definia o jogo ainda no primeiro tempo. Lá, os argentinos funcionam...



Precisando pontuar para melhorar sua posição na classificação, não seria no jogo de hoje que o Vasco desencantaria. Tenho dito aqui, e reafirmo, os próximos 03 jogos do Vasco no campeonato serão de fundamental importância para definir nosso futuro no campeonato. Sem jogar no final de semana, o time terá um bom período para se planejar, coisa que está em extinção em São Januário. Hoje, nosso ataque ficou em impedimento pelo menos em 05 lances, quer dizer, tem que treinar muito.



Por enquanto, o quadro permanece sombrio, com um futuro muito, mas muito incerto. Ao invés de jogar bem e perder, queremos jogar mal e pontuar, mas está cada dia mais difícil. Não podemos entregar os pontos. Diante do Joinville, com gol de bunda (que seja), o Vasco tem que ganhar. Hoje, o Corinthians respeitou o Vasco, mesmo assim fez 03 gols. Ainda dá. Abraços.